Conecte-se com a gente!

Notícias

Flórida quer permanecer para sempre no horário de verão

Se a lei for aprovada essa será a ultima vez que moradores adiantarão o relógio na primavera.

Publicado

em

TALAHASSE, FL – Alguns senadores da Flórida estão tentando algo que, até agora, tem o apoio de grande parte da população do estado: dar mais horas de sol para os moradores, turistas e empresários mantendo para sempre o horário de verão.

Isso mesmo! A vitoria foi esmagadora e por 103-11 a medida HB 1013 ganha força.

As propostas de lei estão se encaminhando através do Legislativo da Flórida. Uma delas exige que o estado permaneça no horário de verão durante todo o ano, em vez de limitar-se entre 11 de março a 04 novembro.

Os americanos adiantam seus relógios até uma hora cada primavera e depois os atrasam no final do ano. Se for aprovada, esse ano seria a ultima vez que os moradores da Flórida mexeriam no relógio definitivamente.

Um painel da Câmara aprovou nesta quinta-feira (15) o projeto de lei (HB 1013) patrocinado pela deputada Jeanette Nunez e a proposta está indo agora para o Congresso.

Nunez disse que o movimento impulsionaria a economia e não interromperia os horários dos estudantes durante o ano letivo.

O projeto de lei apoiado no Senado alterou o projeto de lei para refletir a versão da Casa. Originalmente, a lei do Senado teria forçado toda a Flórida a cair no fuso horário do Leste. Atualmente, o noroeste da Flórida está no fuso horário central.

O senador Greg Steube, apoiador do projeto de lei do Senado, disse que a lei permitirá que muitas empresas permaneçam abertas por mais tempo.

Os apoiadores do projeto de lei disseram que a medida deve passar em mais um comitê do Senado antes de tramitar no plenário para uma votação, o que pode acontecer nas próximas semanas.

O Legislativo da Flórida não tem a palavra final. O governador Rick Scott teria que assinar, e o Congresso precisaria alterar a lei federal existente para permitir a mudança.

Notícias

Temporada de furacões será mais forte que do ano passado

Prepare-se: serão mais de 20 situações onde três delas podem se tornar ferozes furacões que podem alcançar a categoria 5.

Publicado

em

Imagem de satélite do furacão Isabel, de 2003. (Arquivo)

ORLANDO, FL – A temporada de furacões esse ano promete ser ainda mais forte e mais chocante do que no ano passado. Ao menos é o que prevê um estudo da Colorado State University.

Divulgado nessa quinta-feira, os dados mostram que a atividade é maior com mais furacões previstos do que no ano passado.

Serão 14 tempestades, 7 furacões e no mínimo 3 grandes furacões como o Irma que arrasou Porto Rico no ano passado e boa parte do sul da Flórida.

A justificativa é que o fenomeno La Niña está de volta.

Para saber:

  • Tempestades: são aquelas que vem com força mas que podem apenas se transformarem em tempestades tropicais.
  • Furacões: ventos de até 110 milhas por hora e que podem ser de Categoria 1 e 2.
  • Grandes Furacões: são os que ultrapassam 110 milhas por hora e figuram entre as categorias 3-5.

Continue lendo

Notícias

Polícia procura marginal que está a solta em Orlando

Segundo a polícia ele está armado e é muito perigoso.

Publicado

em

ORLANDO, FL – Foi divulgado pelo departamento de polícia de Orlando, um retrato falado do criminoso que está aterrorizando Orlando e as cidades no entorno.

Na quarta (04) ele atacou uma mulher do lado de fora do PetCo e roubou um Walgreens que fida próximo da Orange Blosson Trail com a Sand Lake Rd.

Além disso ele é responsável pelo roubo de um Dunkin Donuts no sábado, atirou numa pessoa num caixa eletrônico no domingo e roubou um carro.

A policia voltar a informar que o bandido está armado e é muito perigoso.

Continue lendo

Notícias

Dois mortos em acidente aéreo na região de Daytona Beach

Uma testemunha viu o avião cair e acionou a polícia pelo 911.

Publicado

em

Destroços do avião que segundo testemunhas a asa teria sido arrancada antes de cair. (Wesh2)

DAYTONA BEACH, FL – Dois homens morreram num acidente de avião em Daytona Beach, na manhã desta quarta-feira (04).

Eles foram identificados como o veterenado da marinha Zachary Capra e o piloto John S. Azma.

Capra tinha 25 anos, estava estudando para ser piloto e pretendia graduar este verão em Aeronautica. Ele serviu na marinha de 2012 a 2016.

Azma foi condecorado pela FAA e tinha proficiência como instrutor de voo. Ele tinha ao menos 20 anos de experiencia voando.

O acidente foi reportado por uma testemunha que viu o avião caindo por volta das 9:54am da manhã. Ela ligou para o 911.

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS