Conecte-se com a gente!

Notícias

Atirador de Parkland comprou o AR-15 legalmente em uma loja de armas

A arma foi comprada em fevereiro do ano passado totalmente dentro da lei.

Publicado

em

Loja onde a arma foi comprada na região de Parkland. (Local 10)

CORAL SPRINGS, FL – O réu confesso do massacre na Marjory Stoneman Douglas High School, em Parkland, na Flórida, comprou o rifle que foi usado para matar 17 pessoas e ferir outras 15 numa loja de armas, a Sunrise Tactical Supply.

Os donos Michael e Lisa Morrison fecharam a loja na quinta-feira (15). Eles estão sendo representados pelos advogados Stuart Kaplan e Douglas Rudman.

“A compra do rifle AR-15 aconteceu no dia 11 de fevereiro de 2015 por Nikolas Cruz”, disse o advogado Stuart Kaplan.

Ele ainda completou a informação que ele passou sete dias depois para pegar a arma junto com um carregador. A polícia encontrou vários carregadores da arma na casa do atirador.

Stuart Kaplan, advogado que representa a loja de armas. (Local 10)

Os donos da loja disse aos seus advogados que Cruz passou na checagem de antecedentes criminais que é feita com agencias federais, eles não tinham nenhuma razão para acreditar que se tratava de uma pessoa com distúrbios ou capaz de um ataque como esse.

“Se eles soubesse que Cruz fosse essa bomba relógio, eles teriam usado a discrição e não teria realizado a venda da arma”, disse Rudman.

O advogado ainda disse que os Morrisons estão chocados.

“Eles tem um sendo de responsabilidade absurdo e sentem muito. Estão horrorizados em saber que uma de suas armas caiu nas mão deste maníaco”.

Eles estão com a loja fechada com medo da reação da comunidade e o que pode acontecer quando eles “saírem de seus casulos”.

“Eles estão com medo, não por conta da sua segurança, ou não só por sua segurança, mas mais importante que isso, mas por quais reações o restante da comunidade pode ter quando eles tentarem voltar com seu negócio novamente”, disse Rudman.

 

Notícias

Temporada de furacões será mais forte que do ano passado

Prepare-se: serão mais de 20 situações onde três delas podem se tornar ferozes furacões que podem alcançar a categoria 5.

Publicado

em

Imagem de satélite do furacão Isabel, de 2003. (Arquivo)

ORLANDO, FL – A temporada de furacões esse ano promete ser ainda mais forte e mais chocante do que no ano passado. Ao menos é o que prevê um estudo da Colorado State University.

Divulgado nessa quinta-feira, os dados mostram que a atividade é maior com mais furacões previstos do que no ano passado.

Serão 14 tempestades, 7 furacões e no mínimo 3 grandes furacões como o Irma que arrasou Porto Rico no ano passado e boa parte do sul da Flórida.

A justificativa é que o fenomeno La Niña está de volta.

Para saber:

  • Tempestades: são aquelas que vem com força mas que podem apenas se transformarem em tempestades tropicais.
  • Furacões: ventos de até 110 milhas por hora e que podem ser de Categoria 1 e 2.
  • Grandes Furacões: são os que ultrapassam 110 milhas por hora e figuram entre as categorias 3-5.

Continue lendo

Notícias

Polícia procura marginal que está a solta em Orlando

Segundo a polícia ele está armado e é muito perigoso.

Publicado

em

ORLANDO, FL – Foi divulgado pelo departamento de polícia de Orlando, um retrato falado do criminoso que está aterrorizando Orlando e as cidades no entorno.

Na quarta (04) ele atacou uma mulher do lado de fora do PetCo e roubou um Walgreens que fida próximo da Orange Blosson Trail com a Sand Lake Rd.

Além disso ele é responsável pelo roubo de um Dunkin Donuts no sábado, atirou numa pessoa num caixa eletrônico no domingo e roubou um carro.

A policia voltar a informar que o bandido está armado e é muito perigoso.

Continue lendo

Notícias

Dois mortos em acidente aéreo na região de Daytona Beach

Uma testemunha viu o avião cair e acionou a polícia pelo 911.

Publicado

em

Destroços do avião que segundo testemunhas a asa teria sido arrancada antes de cair. (Wesh2)

DAYTONA BEACH, FL – Dois homens morreram num acidente de avião em Daytona Beach, na manhã desta quarta-feira (04).

Eles foram identificados como o veterenado da marinha Zachary Capra e o piloto John S. Azma.

Capra tinha 25 anos, estava estudando para ser piloto e pretendia graduar este verão em Aeronautica. Ele serviu na marinha de 2012 a 2016.

Azma foi condecorado pela FAA e tinha proficiência como instrutor de voo. Ele tinha ao menos 20 anos de experiencia voando.

O acidente foi reportado por uma testemunha que viu o avião caindo por volta das 9:54am da manhã. Ela ligou para o 911.

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS