Conecte-se com a gente!

Notícias

Lei que proíbe enviar mensagem de texto e dirigir é aprovada na Flórida

Agora é infração grave dirigir e enviar mensagens de texto pelo celular ao mesmo tempo!

Publicado

em

Reprodução

TALLAHASSE, FL – A Câmara dos Deputados da Flórida acaba de dar mais um passo para ajudar a garantir a segurança da população no estado. Foi aprovado, em votação unânime pelo Terceiro Comitê, na última quinta-feira (01), a House Bill 33 – Texting and driving-, que passa de uma ofensa secundária para uma primária o envio de textos ao celular durante a direção e que permitirá que a polícia pare os motoristas ao detectar a violação.

“Fatalidades são evitáveis. Precisamos de legislação mais rígida e como um estado, devemos começar a enviar a mensagem certa a cada comunidade de que este é um comportamento mortal”, disse uma dos patrocinadores do projeto de lei, a Representante Estadual Emily Slosberg (D-Boca Raton) ao Sun Sentinel.

“Leis como esta irão motivar e encorajar os motoristas a pensar duas vezes antes de usarem o celular para envio de texto durante a condução”, disse o representante estadual Carlos Guillermo Smith (D-Winter Park).

O texto sofreu alteração proposta pela representante estadual Barbara Watson (D-Miami) aprovada por unanimidade, para que os agentes da lei registrem a etnia dos violadores colocando os mesmos parâmetros de rigor como atualmente são dados para violações do cinto de segurança.

Com a passagem do HB 33 pela Câmara, todos os olhos agora se voltam para o Senado, que deve votar em breve a sua versão do projeto de lei – a SB 90 – que dispõem sobre o uso de dispositivos de comunicação sem fio ao volante (Use of Wireless Communications Devices While Driving), -, patrocinado pelo Senador do Estado Keith Perry (D-Gainesville), a ser debatido na próxima semana no Comitê de Dotações.

Após a votação pela comissão do Senado, os dois projetos de lei precisarão ser mesclados antes do debate conjunto na Assembléia Legislativa.

Notícias

Temporada de furacões será mais forte que do ano passado

Prepare-se: serão mais de 20 situações onde três delas podem se tornar ferozes furacões que podem alcançar a categoria 5.

Publicado

em

Imagem de satélite do furacão Isabel, de 2003. (Arquivo)

ORLANDO, FL – A temporada de furacões esse ano promete ser ainda mais forte e mais chocante do que no ano passado. Ao menos é o que prevê um estudo da Colorado State University.

Divulgado nessa quinta-feira, os dados mostram que a atividade é maior com mais furacões previstos do que no ano passado.

Serão 14 tempestades, 7 furacões e no mínimo 3 grandes furacões como o Irma que arrasou Porto Rico no ano passado e boa parte do sul da Flórida.

A justificativa é que o fenomeno La Niña está de volta.

Para saber:

  • Tempestades: são aquelas que vem com força mas que podem apenas se transformarem em tempestades tropicais.
  • Furacões: ventos de até 110 milhas por hora e que podem ser de Categoria 1 e 2.
  • Grandes Furacões: são os que ultrapassam 110 milhas por hora e figuram entre as categorias 3-5.

Continue lendo

Notícias

Polícia procura marginal que está a solta em Orlando

Segundo a polícia ele está armado e é muito perigoso.

Publicado

em

ORLANDO, FL – Foi divulgado pelo departamento de polícia de Orlando, um retrato falado do criminoso que está aterrorizando Orlando e as cidades no entorno.

Na quarta (04) ele atacou uma mulher do lado de fora do PetCo e roubou um Walgreens que fida próximo da Orange Blosson Trail com a Sand Lake Rd.

Além disso ele é responsável pelo roubo de um Dunkin Donuts no sábado, atirou numa pessoa num caixa eletrônico no domingo e roubou um carro.

A policia voltar a informar que o bandido está armado e é muito perigoso.

Continue lendo

Notícias

Dois mortos em acidente aéreo na região de Daytona Beach

Uma testemunha viu o avião cair e acionou a polícia pelo 911.

Publicado

em

Destroços do avião que segundo testemunhas a asa teria sido arrancada antes de cair. (Wesh2)

DAYTONA BEACH, FL – Dois homens morreram num acidente de avião em Daytona Beach, na manhã desta quarta-feira (04).

Eles foram identificados como o veterenado da marinha Zachary Capra e o piloto John S. Azma.

Capra tinha 25 anos, estava estudando para ser piloto e pretendia graduar este verão em Aeronautica. Ele serviu na marinha de 2012 a 2016.

Azma foi condecorado pela FAA e tinha proficiência como instrutor de voo. Ele tinha ao menos 20 anos de experiencia voando.

O acidente foi reportado por uma testemunha que viu o avião caindo por volta das 9:54am da manhã. Ela ligou para o 911.

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS