Conecte-se com a gente!

Comunidade

Brasileira é encontrada morta em seu apartamento em Newark

Personal Trainer brasileira pode ser mais uma vítima da depressão, ela sofria de fortes dores nas costas.

Publicado

em

Ana Randall tinha 45 anos e sofria com fortes dores nas costas. (Facebook)

NEWARK, NJ – Uma personal trainer brasileira, conhecida pela comunidade que mora em New Jersey, foi encontrada morta na última quarta-feira (29), em seu apartamento. Ana Randall, de 45 anos, moradora do Amazonas, morreu por “asfixia causada por enforcamento”, segundo informações preliminares da polícia de New Jersey.

O ex-namorado, Eli, chegou no apartamento da personal na cidade de East Rutherford e, segundo informações do rapaz, ela já foi encontrada sem vida.

Mesmo depois do fim do relacionamento, Eli e Ana continuaram amigos. A polícia está investigando o caso. Ao que tudo indica e levando em consideração o que foi publicado em suas redes sociais, Ana teria cometido suicídio.

No dia anterior à sua morte ela deixou uma mensagem em sua página no Facebook onde dizia que sentiria muita saudade de seus clientes.

“Vou sentir saudades de vocês, especialmente meus clientes”

Alguns amigos da profissional disseram que Randall vinha sofrendo com fortes dores na coluna, porém estava muito chateada que o seguro de saúde que tinha não poderia cobrir a cirugia. Ela se referiu ao problema em uma outra mensagem, também em sua rede social: “Estou cansada de estar lutando contra o seguro de saúde ou até mesmo o governo para consertar as minhas costas”.

Ana teria se asfixiado com o fio do telefone. Ela tinha uma filha que mora no Brasil. Aos amigos mais próximos, Ana teria externado a vontade de ter seu corpo sepultado nos Estados Unidos, por isso, a mãe dela que mora no Amazonas, deve vir para acompanhar o serviço funeral com um visto de emergência.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade

Fogo de Chao abre novo restaurante em Jacksonville

Esse é o 50º restaurante da franquia brasileira. Os preços variam de $15 a $48,95.

Publicado

em

A famosa Picanha Brasileira que é destaque no cardápio da Fogo de Chão. (Divulgação)

JACKSONVILLE, FL – A Churrascaria Fogo de Chao, famosa pelos cortes especiais de suas carnes e o atendimento tipicamente gaúcho abriu mais uma franquia. Agora a população de Jacksonville, na Flórida, vai poder conhecer uma das mais famosas “steakhouses” dos Brasil.

Na liderança da equipe está o Gaucho e Marcio Welter como gerente do restaurante. Marcio cresceu na fazenda, em uma pequena cidade de Santa Catarina. Essa é a 50ª unidade da churrascaria.

De acordo com o Senior VP de Marketing e Vendas da marca, Andrew Feldman, a escolha da localização da churrascaria foi uma questão de quando e não “se”.

“A sinergia do que estava acontecendo lá em Jax e também o que a gente via por lá, nos viabilizou ter o tamanho e a visibilidade que a gente queria”, disse Feldman ao jornal Jacksonville Business Journal.

“Este é o lugar para entretenimento e nós esperamos que continue crescendo e expandindo”, disse o executivo sobre o “The Strand”, o plaza onde está localizada a nova churrascaria.

Segundo o jornal o investimento gira em torno de US$ 2,5 milhões. São 225 lugares e foram contratados 75 profissionais locais para trabalhar na churrascaria.

No menu estão as mais famosas carnes brasileiras, inclusive a famosa “picanha”. A história da Fogo de Chão começa em 1979, em Porto Alegre.

Feldman diz que a companhia quer “começar a criar outras formas de experimentar a Fogo, mesmo assim, mantendo a sua originalidade”, por isso vai oferecer no restaurante de Jacksonville dois diferentes preços de atendimento e ajustes nas porções.

Os valores dos rodízios variam de $15 (mesa de frios apenas) a $48,95 (“full churrasco”). Para o Thanksgiven desse ano, o restaurante estará fazendo algumas inclusões de pratos comemorativos no menu do dia.

SERVIÇO:
FOGO DE CHÃO STEAKHOUSE
4784 Town Center Parkway, 32246
Jacksonville, FL
Telefone: (904) 512-7300

Continue lendo

Comunidade

Brasileiro é espancado enquanto ia para o trabalho

O operário estava a caminho do trabalho quando foi abordado por quatro homens que o espancaram.

Publicado

em

Adeimr foi encontrado caído no chão pelo amigo que solicitou a presença de uma ambulância. (Brazilian Voice)

NEWARK, NJ – Um brasileiro foi espancado e por pouco não perdeu a vida quando estava a caminho do trabalho, no bairro de Ironbound, em Newark. De acordo com o Brazilian Voice, Ademir Severo da Costa, de 37 anos, foi espancado e roubado por quatro bandidos.

O ataque aconteceu por volta das 4:30 da manhã de terça-feira (31). Segundo informações, os bandidos seriam afro-americanos e toparam com Ademir próximo às ruas Komorn e Niagara.

O plano de Ademir era se encontrar com um colega na Wilson Avenue que fica há pouco mais de um quarteirão de onde ele foi assaltado e espancado. Ele pegaria uma condução para o trabalho com o patrão.

Segundo a publicação, Ademir teria sido atingido por uma pancada forte na cabeça e caído no chão. Na sequencia o grupo teria começado a sessão de espancamento. Ademir ficou desacordado por alguns instantes, sem chances de se defender, ele teve seus pertences roubados.

Ademir no momento em que foi resgato pelas ruas de Newark. (Brazilian Voice)

De acordo com o “Brazilian Voice”, Ademir ficou caído no chão pedindo socorro. Porém, somente depois de algum tempo que o amigo dele chegou e viu o estado em que ele se encontrava. Nesse meio tempo, ninguém parou para ajudar ou até mesmo solicitar auxilio para o 911.

Ademir foi levado para o Hospital Universitário de New Jersey onde ficou internado durante alguns dias.

Vivendo nos Estados Unidos há 14 anos, Ademir é casado e tem uma filha de 3 anos de idade, ele é de Minas Gerais. Enquanto se recupera dos ferimentos em casa, ele está impossibilitado de trabalhar.

A esposa do operário, apenas identificada como Maria, disse que o marido deve retornar ao hospital para checar se não houve fratura em uma das órbitas oculares.

 

Continue lendo

Comunidade

“Proibido Crianças”: Regra de restaurante gera controvérsia em Tampa

A nova regra virou caso de discussão na comunidade: e vc é contra ou a favor?

Publicado

em

Informação está na porta de entrada da pizzaria em Tampa. (WFLA)

TAMPA, FL – Um restaurante tradicional tem causado uma grande controvérsia ao proibir a entrada de crianças dentro do estabelecimento.

Um aviso grande em letras garrafais na porta do Hampton Station é claro: “NO CHILDREN” (em inglês).

O restaurante é famoso pela pizza e cerveja e diz que não existem exceções. O problema é que muitos consumidores frequentes tem ficado chateados com a decisão. “Eu acho que as vendas vão afundar”, decreta o proprietário Troy Taylor. “Mas não posso colocar o meu negócio e outros clientes em risco”, justifica.

A discussão tomou o Facebook e está em alta na cidade as pessoas dividas entre apoiar ou não a decisão do estabelecimento.

O dono disse ainda que tem medo do comportamento de algumas crianças de agora e que isso coloca outras pessoas em perigo.

Um dos clientes, à reportagem da WFLA, disse que apoia o proprietário e que foi tomar a cerveja dele sem os filhos. Uma outra cliente, que é fã de pizza e tem até um pedaço de pizza tatuado no calcanhar, é contra:

“As crianças podem ser difíceis algumas vezes, mas bani-las é forte demais”

“Nós tivemos um incidente na semana passada e algumas criança acabaram se colocando em perigo. Eu jamais tomaria essa decisão no meu bairro, moro aqui há muitos anos, mas é pelo bem delas”, finaliza Taylor.

 

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS