Conecte-se com a gente!

Imigração

Agente de Fronteira morre, outro fica muito ferido no Texas. Mas existem dúvidas sobre o caso!

A dúvida maior é sobre as circunstâncias do incidente: ele foi assassinado ou foi apenas um acidente de trabalho?

Publicado

em

(ABC)

DA REDAÇÃO – Ainda existem muitos detalhes que não foram divulgados e dúvidas não solucionadas no caso em que o FBI descreve como “trágico incidente” que acabou matando um agente de fronteira e deixou um segundo em sérias condições.

O FBI conta que os dois oficiais foram encontrados feridos tarde da noite do sábado (18) no sul do Texas.

Rogelio Martinez, 36, não resistiu aos ferimentos e morreu no domingo de manhã no hospital. O parceiro dele, que não foi identificado, segue hospitalizado e a situação dele é considerada grave.

Os dois sofreram vários traumas na cabeça e outros ferimentos como ossos quebrados, de acordo com o FBI que lidera as investigações. Ainda não saiu o resultado da autopsia de Martinez.

Porém, não houve ainda uma explicação sobre o que houve, os policiais texanos – incluindo o governador Greg Abbott e o Sen. Ted Cruz – descreveram o incidente como um ‘ataque’. O presidente Donal Trump aproveitou a oportunidade para levantar mais questões favoráveis para a construção do muro na divisa com o México e disse que o agente foi brutalmente espancado.

 

Mas em Culberson County, and os dois oficiais foram feridos, o xerife local pinta uma outra cena, sugerindo que ao “Dallas Morning News”, que os investigadores teriam acabado se envolvendo em um acidente durante o turno da noite.

“A evidencia não é obvia sobre o que aconteceu lá”, disse Oscar Carrillo, o xerife de Culberson County ao jornal.

Oficial Rogelio Martinez, 36 anos, morto na fronteira do México. Ele não foi baleado. (ABC)

Martinez e seu parceiro estavam patrulhando a I-10 no Setor Big Bend, que corre ao longo da fronteira EUA-México, quando eles responderam a uma atividade suspeita, diz a Patrulha de Fronteira americana (CBP). Porém, o órgão não especifica qual é o tipo de atividade suspeita que eles teriam saído para averiguar.

Depois de responder, o parceiro de Martinez reportou que eles estavam feridos e precisavam de ajuda. Eles foram encontrados 12 milhas a leste da cidade de Van Horn, por volta das 11:20 da noite de sábado, segundo o FBI.

Um porta voz da CBP disse que Martinez não foi baleado.

Ele estava na polícia de fronteira desde 2013.

O presidente Donald Trump citou o incidente como um dos motivos de que os Estados Unidos precisam construir o muro – que é uma promessa de campanha – ao longo da fronteira com o México.

“Como você sabe, perdemos um oficial da Patrulha da Fronteira ontem e outro foi brutalmente espancado e muito muito maltratado”, disse Trump nesta segunda-feira (20). “Parece que ele vai conseguir, mas muito mal”.

No domingo, Trump usou o twitter para ameaçar os responsáveis pelo incidente:

“Nós vamos caçar e trazer para a justiça os responsável. Nós vamos e devemos construir o Muro”.

Na segunda-feira, o governador do Texas Greg Abbot, anunciou uma recompensa de $20 mil dólares para qualquer um que der informações que levem à prisão e condenação de quem quer que seja que tenha matado o oficial Martinez e ferido o seu parceiro.

Imigração

ICE prende 22 imigrantes ilegais em blitz que durou dois dias

Todos os presos tem histórico criminal. O ICE não divulgou o nome.

Publicado

em

Divulgação

Vinte e duas pessoas foram presas durante uma blitz durante dois dias que tinha como alvo fugitivos.

De acordo com os oficiais de imigração, imigrantes criminosos e que violaram as leis de imigração no Norte do Kentucky foram presos como resultado do trabalho de equipe do ICE em cinco cidades do Kentucky.

Nove pessoas foram presas em Covington, um em Erlanger, seis em Florence, quatro em Newport e dois em Walton.

Dos 22 presos, 16 são da Guatemala, cinco são cidadãos mexicanos e um do Zimbabwe.

Os federais disseram que a maioria dos imigrantes indocumentados tem histórico criminal.

Agressão a um policial, negligência infantil, falsificação, fraude e condução sob influência (DUI) são os principais crimes. Quatro eram fugitivos procurados pela imigração e seis foram presos por suspeita de retornar aos Estados Unidos de forma ilegal depois de serem deportados.

O ICE não divulgou o nome dos presos.

Continue lendo

Imigração

ICE prende 55 imigrantes indocumentados em blitz

Dez imigrantes já haviam sido deportados anteriormente.

Publicado

em

(Reprodução)

NOVA IORQUE, NY – As autoridades federais de imigração disseram que cinco moradores de Lower Hudson Valley estão entre os 55 residentes indocumentados presos numa blitz essa semana.

O ICE informou que os indivíduos são de Westchester County e um de Putnam County e foram levados em custodia entre o últimos dias 13 e 20 de novembro, por violarem uma série de leis de imigração e também crimes cíveis.

O alvo da blitz do ICE era Nova Iorque, Westchester e Putnam.

Eles ainda informaram que 42 dos detidos estavam presos em delegacias locais mas foram soltos mesmo com a solicitação da agência federal, mas foram presos logo depois.

Dez imigrantes já haviam sido deportados anteriormente. Dos detidos, 23 são do Brooklyn e outros 14 do Queens.

Continue lendo

Imigração

Imigrante morto na fronteira teria atacado policial durante abordagem

O imigrante pulou sobre um dos agentes e conseguiu pegar uma das armas que estava no coldre do policial.

Publicado

em

Rodolfo Karisch, chefe de polícia de Tucson, durante coletiva de imprensa (Arizona Daily Star / Reprodução)

TUCSON, AZ – O homem que foi morto por um agente de fronteira na última quarta-feira (26) teria tomado uma arma de um outro policial que estava no coldre.

Segundo um oficial da Polícia de Fronteira, dois agentes responderam a um sensor que estava ativado nas Montanhas Baboquivari, a sudeste de Tucson, por volta das 11:30 da manhã, disse Rodolfo Karisch, chefe da Seccional da Polícia de Fronteira de Tucson, durante uma coletiva de imprensa na quinta.

Os agentes conseguiram rastrear um grupo suspeito de cruzar a fronteira ilegalmente numa área mais ou menos 21 milhas norte da divisa com o México. Enquanto eles tentavam prender os imigrantes, um deles acabou atacando um dos agentes.

“Houve uma luta. O imigrante pulou sobre um dos agentes e conseguiu pegar uma das armas que estava no coldre do policial. Nesse momento o outro oficial atirou no indivíduo”, disse Karisch.

O homem morreu depois por conta dos ferimentos. O chefe da polícia chamou o ato do agente de “heróico” por ter, dessa forma, salvado a vida do companheiro.

Um agente sofreu alguns ferimentos – sem risco de morte – e está se recuperando num hospital de Tucson.

Não foi divulgada a nacionalidade do homem que foi morto. Outros três homens, originários da Guatemala, foram levados sob custódia por violação das leis imigratórias.

O FBI também está no caso que é liderado pelo departamento de polícia de Tohono O’odham.

Desde o começo do ano os agentes de fronteira usaram de ações de força em 66 casos, de 1 de outubro de 2016 até o ultimo dia 31 de agosto. Três delas apenas foram com o uso de arma de fogo.

 

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS