Vitor Fraga é recebido com festa depois de ficar preso em Chicago

Vitor ficou duas semanas preso num abrigo para menores. Ele recebeu permissão para retornar ao Brasil.

, da redação do PS paulosergio Publicada no dia 23/08/2017 às 19:20 Atualizado às 13:41 do dia 24/08

Vitor Fraga e a família. (Arquivo pessoal)

Vitor Fraga e a família. (Arquivo pessoal)

Foram duas semanas de angústia para a família Fraga. O caçula da família, Vitor Fraga, surfista e skatista inveterado, resolveu ir visitar a madrinha na Califórnia. O que ele não contava é que seria levado para a famosa salinha na imigração no aeroporto de Houston, no Texas.

Acompanhado pela avó, ele foi questionado sobre uma matrícula que estava feita em seu nome numa escola pública americana na cidade de destino, São Francisco. Sem resposta, a avó foi liberada e ele foi levado para um abrigo em Chicago.

O pai, o empresário Renato Fraga, voo para lá para tentar liberar o filho. O esforço levou duas semanas. Vitor estava dividindo um quarto com outros três garotos do Senegal. No mesmo abrigo, o Itamaraty confirmou que existiam outros oito adolescentes brasileiros.

Todos esperavam uma resposta das autoridades americanas para que eles pudessem ser deportados ou que fossem retornados ao Brasil. No caso de Vitor, o pai compareceu às autoridades americanas e conversou com pessoas no ICE para informar que ele gostaria que o filho retornasse ao país voluntariamente.

Depois de duas semanas, Vitor e Renato puderam embarcar para o Rio de Janeiro. A família de Vitor fez festa no aeroporto. Aos jornalistas, Vitor fez questão de dizer que não foi uma das melhores experiências de sua vida, mas não deixou de pensar em retornar aos Estados Unidos para estudar, mas agora, com o visto correto.

Vitor Fraga não foi deportado, ele recebeu uma autorização para retornar ao seu país de origem e o visto não foi cancelado.

Leia o post anterior:
Na Flórida o eclipse do sol foi parcial e quase ficou escondido atrás de nuvens. (NASA)
Nuvens roubam a cena do eclipse total do sol em Orlando

Apesar do céu encoberto, foi possível observar o eclipse parcial do sol na Flórida.

Fechar