Conecte-se com a gente!

Notícias

Assessoria de vistos: mal necessário?

Quando não se sabe nada e existe uma certa preguiça em começar, melhor ter uma assessoria. Mas você pode fazer tudo sozinho.

Publicado

em

Quando eu decidi vir para os Estados Unidos por diversas vezes ouvi de meus amigos, que também estão se preparando para a viagem, que seria muito mais tranquilo ter o visto aprovado se eu contratasse uma “assessoria de vistos”.

Eu pesquisei, entrei em contato com algumas, participei de “lives” no YouTube, mas decidi fazer por tudo sozinho. Preenchi o meu DS-160 com o auxílio de um vídeo que eu achava sensacional e que me ajudou muito.

Depois, no passo-a-passo do negócio, paguei a DS no cartão de crédito. Marquei o CASV e o consulado na mesma hora. Todo o processo foi muito tranquilo.

Não posso mentir e dizer que as assessorias não me ajudaram. Quem tem costume de ver os vídeos de YouTubers famosos que vivem por aqui e dão dicas, tem chances de conversar com “assessores” online durante as famosas “lives”.

A Helpy foi uma das que me deu uma dica infalível: inserir, na minha DS, o nome da pessoas que vai comigo e de preferencia alguém que já tenha visto. Foi o que fiz. Funcionou. O bom é que a “consultoria” veio de graça. Meti a cara e fiz a minha DS. De repente, se não fosse aprovado me culparia por não ter pago uma empresa dessas que prestam serviço para solicitar seu visto.

Eu acho que elas funcionam sim quando se trata de uma família muito grande. Ainda assim, é possível fazer tudo sozinho. Em um dos meus videos eu digo: “se você sabe ler, não vai ter problema no preenchimento da DS”.

O que pouca gente sabe é que basta você passar com o mouse sobre a pergunta em inglês que vai aparecer, automaticamente, a tradução da questão. Aí, facilita muito a nossa vida. Basta responder corretamente que não tem erro.

A assessoria é um mal necessário quando não se quer ficar com a responsabilidade de uma possível derrota. O que poucos sabem, mas a imprensa divulga isso sazonalmente, é que a taxa de aprovação de vistos no Consulado Americano já foi de 98% e hoje fica na faixa dos 94%. As assessorias divulgam esse percentual como se fossem deles. Não é. As chances são as mesmas entre todos.

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

A assessoria pra mim que funciona é aquela que te dá atenção e lhe tira mais dúvidas do que te aumenta. Tenho escutado relatos de pessoas que me ligam pra perguntar o que colocar no campo de “profissão” na DS-160. Ok. Eu respondo. Porém, o difícil é você ficar sabendo que a duvida persiste naquele profissional que foi contratado para o serviço.

Assessoria boa é aquela que te treina, que te dá atenção como se você fosse um cliente VIP e único. Aquela que te indica o melhor caminho e te diz como se chega lá. É aquela que deixa claros os itens e não vende “gato por lebre”.

Então pesquise bem sobre o prestador que vai lhe oferecer o serviço. Você já está gastando uma grana com o agendamento da entrevista e tem que pagar um pouco mais pelo trabalho da assessoria. Então, tem que pesquisar muito até encontrar algum profissional que te dê bons resultados.

Não sou contra as assessorias. Ao contrário, louvo todas elas. Porém, sou a favor daquele profissional que não explora, te dá um suporte e ainda lhe agradece sabendo que esse tipo de trabalho, se bem feito, pode gerar um retorno maior de clientes.

 

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imigração

Agente de Fronteira morre, outro fica muito ferido no Texas. Mas existem dúvidas sobre o caso!

A dúvida maior é sobre as circunstâncias do incidente: ele foi assassinado ou foi apenas um acidente de trabalho?

Publicado

em

(ABC)

DA REDAÇÃO – Ainda existem muitos detalhes que não foram divulgados e dúvidas não solucionadas no caso em que o FBI descreve como “trágico incidente” que acabou matando um agente de fronteira e deixou um segundo em sérias condições.

O FBI conta que os dois oficiais foram encontrados feridos tarde da noite do sábado (18) no sul do Texas.

Rogelio Martinez, 36, não resistiu aos ferimentos e morreu no domingo de manhã no hospital. O parceiro dele, que não foi identificado, segue hospitalizado e a situação dele é considerada grave.

Os dois sofreram vários traumas na cabeça e outros ferimentos como ossos quebrados, de acordo com o FBI que lidera as investigações. Ainda não saiu o resultado da autopsia de Martinez.

Porém, não houve ainda uma explicação sobre o que houve, os policiais texanos – incluindo o governador Greg Abbott e o Sen. Ted Cruz – descreveram o incidente como um ‘ataque’. O presidente Donal Trump aproveitou a oportunidade para levantar mais questões favoráveis para a construção do muro na divisa com o México e disse que o agente foi brutalmente espancado.

 

Mas em Culberson County, and os dois oficiais foram feridos, o xerife local pinta uma outra cena, sugerindo que ao “Dallas Morning News”, que os investigadores teriam acabado se envolvendo em um acidente durante o turno da noite.

“A evidencia não é obvia sobre o que aconteceu lá”, disse Oscar Carrillo, o xerife de Culberson County ao jornal.

Oficial Rogelio Martinez, 36 anos, morto na fronteira do México. Ele não foi baleado. (ABC)

Martinez e seu parceiro estavam patrulhando a I-10 no Setor Big Bend, que corre ao longo da fronteira EUA-México, quando eles responderam a uma atividade suspeita, diz a Patrulha de Fronteira americana (CBP). Porém, o órgão não especifica qual é o tipo de atividade suspeita que eles teriam saído para averiguar.

Depois de responder, o parceiro de Martinez reportou que eles estavam feridos e precisavam de ajuda. Eles foram encontrados 12 milhas a leste da cidade de Van Horn, por volta das 11:20 da noite de sábado, segundo o FBI.

Um porta voz da CBP disse que Martinez não foi baleado.

Ele estava na polícia de fronteira desde 2013.

O presidente Donald Trump citou o incidente como um dos motivos de que os Estados Unidos precisam construir o muro – que é uma promessa de campanha – ao longo da fronteira com o México.

“Como você sabe, perdemos um oficial da Patrulha da Fronteira ontem e outro foi brutalmente espancado e muito muito maltratado”, disse Trump nesta segunda-feira (20). “Parece que ele vai conseguir, mas muito mal”.

No domingo, Trump usou o twitter para ameaçar os responsáveis pelo incidente:

“Nós vamos caçar e trazer para a justiça os responsável. Nós vamos e devemos construir o Muro”.

Na segunda-feira, o governador do Texas Greg Abbot, anunciou uma recompensa de $20 mil dólares para qualquer um que der informações que levem à prisão e condenação de quem quer que seja que tenha matado o oficial Martinez e ferido o seu parceiro.

Continue lendo

Notícias

Advogados vão processar Trump por conta das ações contra imigrantes no país

O grupo já entrou com ações de sucesso contra ordens executivas do presidente. Agora eles estão mirando os jovens imigrantes.

Publicado

em

(LA Times)

FALLS CHURCH, VA – Um grupo de advogados do norte da Virginia está planejando processar a administração Trump por conta das decisões tomadas contra os imigrantes, inclusive o fim do DACA, o programa chancelado por Barak Obama que protegia jovens imigrantes contra deportação.

O Legal Aid Justice Center vai realizar uma coletiva de imprensa nesta terça-feira para anunciar os detalhes sobre o processo e também sobre os passos para tentar reinstaurar proteção para dois imigrantes da Virgínia que estavam no DACA.

O DACA dava proteção legal para mais de 800 mil pessoas que foram trazidas para os Estados Unidos ilegalmente quando crianças ou vieram com famílias que tinham visto e acabaram ficando no país. Trump está terminando com o programa.

Essa ação particular foca em indivíduos que faziam parte do DACA mas que não conseguiram renovar o programa.

Foi esse mesmo grupo de advogados que fez as primeiras ações contra as ordens executivas de Trump em janeiro, como o bloqueio da entrada de alguns cidadãos de países muçulmanos.

 

Continue lendo

Especial

Harrison Ford vira herói na vida real e ajuda motorista que caiu numa ribanceira

Ator estava atrás do carro da mulher que perdeu o controle e atravessou a pista.

Publicado

em

O ator Harrison Ford, de 72 anos. (Divulgação)

SANTA PAULA, CA – Harrison Ford ajudou no resgate de uma motorista que caiu com o carro num aterro no Condado de Ventura.

Segundo as informações da CBS de Los Angeles, o ator de 75 anos, prestou socorro ao motorista que perdeu o controle do carro e caiu numa ribanceira na Road 126 em Santa Paula, na Califórnia.

O acidente aconteceu no domingo, perto do meio dia, e o ator que já interpretou grandes heróis no cinema como Han Solo e Indiana Jones, foi extremamente solícito.

Segundo o site TMZ, que publicou primeiro a história, Ford estava dirigindo em Santa Paula, na Rota 126, quando uma mulher perdeu o controle de seu veículo e atravessou a estrada e caiu no que se pode chamar de um “aterro”. Ford estava viajando atrás dela e imediatamente parou para prestar assistência.

Além dele, outras pessoas também pararam para tentar ajudar a motorista. Foi Harrison Ford que conseguiu, com a ajuda de outras pessoas, tirar a mulher do carro e mantenhamo-nos-la numa situação mais calma e tranquila até a chegada dos paramédicos. Segundo ainda o TMZ, ela foi levada para uma sala de emergência com apenas pequenas escoriações.

 

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS