Assessoria de vistos: mal necessário?

Quando não se sabe nada e existe uma certa preguiça em começar, melhor ter uma assessoria. Mas você pode fazer tudo sozinho.

, da redação do PS paulosergio Publicada no dia 15/10/2016 às 18:39 Atualizado às 18:39 do dia 15/10

Quando eu decidi vir para os Estados Unidos por diversas vezes ouvi de meus amigos, que também estão se preparando para a viagem, que seria muito mais tranquilo ter o visto aprovado se eu contratasse uma “assessoria de vistos”.

Eu pesquisei, entrei em contato com algumas, participei de “lives” no YouTube, mas decidi fazer por tudo sozinho. Preenchi o meu DS-160 com o auxílio de um vídeo que eu achava sensacional e que me ajudou muito.

Depois, no passo-a-passo do negócio, paguei a DS no cartão de crédito. Marquei o CASV e o consulado na mesma hora. Todo o processo foi muito tranquilo.

Não posso mentir e dizer que as assessorias não me ajudaram. Quem tem costume de ver os vídeos de YouTubers famosos que vivem por aqui e dão dicas, tem chances de conversar com “assessores” online durante as famosas “lives”.

A Helpy foi uma das que me deu uma dica infalível: inserir, na minha DS, o nome da pessoas que vai comigo e de preferencia alguém que já tenha visto. Foi o que fiz. Funcionou. O bom é que a “consultoria” veio de graça. Meti a cara e fiz a minha DS. De repente, se não fosse aprovado me culparia por não ter pago uma empresa dessas que prestam serviço para solicitar seu visto.

Eu acho que elas funcionam sim quando se trata de uma família muito grande. Ainda assim, é possível fazer tudo sozinho. Em um dos meus videos eu digo: “se você sabe ler, não vai ter problema no preenchimento da DS”.

O que pouca gente sabe é que basta você passar com o mouse sobre a pergunta em inglês que vai aparecer, automaticamente, a tradução da questão. Aí, facilita muito a nossa vida. Basta responder corretamente que não tem erro.

A assessoria é um mal necessário quando não se quer ficar com a responsabilidade de uma possível derrota. O que poucos sabem, mas a imprensa divulga isso sazonalmente, é que a taxa de aprovação de vistos no Consulado Americano já foi de 98% e hoje fica na faixa dos 94%. As assessorias divulgam esse percentual como se fossem deles. Não é. As chances são as mesmas entre todos.

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

A assessoria pra mim que funciona é aquela que te dá atenção e lhe tira mais dúvidas do que te aumenta. Tenho escutado relatos de pessoas que me ligam pra perguntar o que colocar no campo de “profissão” na DS-160. Ok. Eu respondo. Porém, o difícil é você ficar sabendo que a duvida persiste naquele profissional que foi contratado para o serviço.

Assessoria boa é aquela que te treina, que te dá atenção como se você fosse um cliente VIP e único. Aquela que te indica o melhor caminho e te diz como se chega lá. É aquela que deixa claros os itens e não vende “gato por lebre”.

Então pesquise bem sobre o prestador que vai lhe oferecer o serviço. Você já está gastando uma grana com o agendamento da entrevista e tem que pagar um pouco mais pelo trabalho da assessoria. Então, tem que pesquisar muito até encontrar algum profissional que te dê bons resultados.

Não sou contra as assessorias. Ao contrário, louvo todas elas. Porém, sou a favor daquele profissional que não explora, te dá um suporte e ainda lhe agradece sabendo que esse tipo de trabalho, se bem feito, pode gerar um retorno maior de clientes.

 

 

Leia o post anterior:
Fila para entrada no consulado americano do Rio de Janeiro (Foto: O Globo)
Como ter o seu visto americano fácil! Dicas infalíveis

Dicas muito simples para você chegar na sua entrevista e arrasar no consulado.

Fechar