Conecte-se com a gente!

Notícias

Assessoria de vistos: mal necessário?

Quando não se sabe nada e existe uma certa preguiça em começar, melhor ter uma assessoria. Mas você pode fazer tudo sozinho.

Publicado

em

Quando eu decidi vir para os Estados Unidos por diversas vezes ouvi de meus amigos, que também estão se preparando para a viagem, que seria muito mais tranquilo ter o visto aprovado se eu contratasse uma “assessoria de vistos”.

Eu pesquisei, entrei em contato com algumas, participei de “lives” no YouTube, mas decidi fazer por tudo sozinho. Preenchi o meu DS-160 com o auxílio de um vídeo que eu achava sensacional e que me ajudou muito.

Depois, no passo-a-passo do negócio, paguei a DS no cartão de crédito. Marquei o CASV e o consulado na mesma hora. Todo o processo foi muito tranquilo.

Não posso mentir e dizer que as assessorias não me ajudaram. Quem tem costume de ver os vídeos de YouTubers famosos que vivem por aqui e dão dicas, tem chances de conversar com “assessores” online durante as famosas “lives”.

A Helpy foi uma das que me deu uma dica infalível: inserir, na minha DS, o nome da pessoas que vai comigo e de preferencia alguém que já tenha visto. Foi o que fiz. Funcionou. O bom é que a “consultoria” veio de graça. Meti a cara e fiz a minha DS. De repente, se não fosse aprovado me culparia por não ter pago uma empresa dessas que prestam serviço para solicitar seu visto.

Eu acho que elas funcionam sim quando se trata de uma família muito grande. Ainda assim, é possível fazer tudo sozinho. Em um dos meus videos eu digo: “se você sabe ler, não vai ter problema no preenchimento da DS”.

O que pouca gente sabe é que basta você passar com o mouse sobre a pergunta em inglês que vai aparecer, automaticamente, a tradução da questão. Aí, facilita muito a nossa vida. Basta responder corretamente que não tem erro.

A assessoria é um mal necessário quando não se quer ficar com a responsabilidade de uma possível derrota. O que poucos sabem, mas a imprensa divulga isso sazonalmente, é que a taxa de aprovação de vistos no Consulado Americano já foi de 98% e hoje fica na faixa dos 94%. As assessorias divulgam esse percentual como se fossem deles. Não é. As chances são as mesmas entre todos.

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

Informações e dicas sobre o preenchimento da DS-160

A assessoria pra mim que funciona é aquela que te dá atenção e lhe tira mais dúvidas do que te aumenta. Tenho escutado relatos de pessoas que me ligam pra perguntar o que colocar no campo de “profissão” na DS-160. Ok. Eu respondo. Porém, o difícil é você ficar sabendo que a duvida persiste naquele profissional que foi contratado para o serviço.

Assessoria boa é aquela que te treina, que te dá atenção como se você fosse um cliente VIP e único. Aquela que te indica o melhor caminho e te diz como se chega lá. É aquela que deixa claros os itens e não vende “gato por lebre”.

Então pesquise bem sobre o prestador que vai lhe oferecer o serviço. Você já está gastando uma grana com o agendamento da entrevista e tem que pagar um pouco mais pelo trabalho da assessoria. Então, tem que pesquisar muito até encontrar algum profissional que te dê bons resultados.

Não sou contra as assessorias. Ao contrário, louvo todas elas. Porém, sou a favor daquele profissional que não explora, te dá um suporte e ainda lhe agradece sabendo que esse tipo de trabalho, se bem feito, pode gerar um retorno maior de clientes.

 

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Escola no Colorado vai permitir professores armados no campus

Necessidade de armar professores foi colocada em votação após o atentado de Sandy Hook, em 2012.

Publicado

em

Kasey Hansen posa com sua arma em uma das suas salas de aula em Utah (NBC)

DENVER, CO – Um distrito escolar rural do Colorado decidiu quarta-feira (14) à noite permitir que seus professores e outros funcionários da escola levem armas no campus para proteger estudantes.

O conselho da Hanover School District 28 votou (3-2) para permitir que os empregados da escola se voluntariem para ficar armados no cargo depois de serem treinados.

As duas escolas distritais atendem cerca de 270 estudantes a cerca de 30 milhas a sudeste de Colorado Springs, e a polícia demora em média 20 minutos para chegar lá. O distrito compartilha atualmente um oficial armado com quatro outros distritos escolares.

Segundo o Gazette of Colorado Springs, o membro do conselho, Michael Lawson, apoiou a idéia não só como forma de proteger os estudantes de um tiroteio em massa, mas também como uma proteção contra a possível violência relacionada com a maconha nas proximidades, que ele acredita estar conectado com cartéis estrangeiros.

O presidente do conselho da escola, Mark McPherson, disse que uma pesquisa mostrou que a comunidade estava dividida no assunto. Enquanto os funcionários receberam algum treinamento, o oficial aposentado do Exército disse que não achou que seria suficiente para ajudá-los a responder efetivamente a um atirador ativo. Ele se preocupa com o que aconteceria se eles disparassem dentro de uma sala de aula.

“Precisamos deixar isso para os profissionais”, disse McPherson, que também se preocupa com o risco ter as armas no prédio da escola e como elas seriam armazenadas.

Ele disse que só está ciente de uma operação de cultivo de maconha dentro de aproximadamente 5 milhas das escolas. McPherson disse que pensa que os comentários sobre o envolvimento do cartel na área são apenas rumores neste momento.

Alguns outros distritos escolares no Colorado, bem como no Texas, Oklahoma e Califórnia, também apoiaram os professores para transportar armas após o ataque na Escola Primária Sandy Hook em Connecticut em 2012.

Um número não divulgado de professores e outros funcionários em um distrito de uma escola nas planícies orientais de Colorado pouco habitadas estão sendo treinados depois que o conselho escolar aprovou o a ação em julho em grande parte por preocupação quanto ao tempo que seria necessário para a aplicação da lei.

“Todos tinham armas escondidas e se ofereceram para o dever”, disse Steve McCracken, superintendente da Escola Fleming.

Todos devem ser submetidos a uma formação inicial de 46 horas, incluindo treinamento em ativo, além de treinamento anual e passar por um exame psicológico. O treinamento de armas de fogo custa um total de US $ 3.000, e o distrito também terá que gastar uma quantidade desconhecida de dinheiro para comprar armas de fogo e munições.

A última votação do Colorado veio no quarto aniversário do massacre de Sandy Hook. McPherson disse que a proposta está em tramitação desde junho e a votação final foi uma coincidência.

Continue lendo

Notícias

Montanha russa é evacuada no Universal Studios em Orlando

A atração parou de funcionar subitamente. Corpo de Bombeiros foi chamado para ajudar na evacuação das pessoas.

Publicado

em

Universal Studios

ORLANDO, FL – O corpo de Bombeiros de Orlando entrou em ação para ajudar a evacuar uma das montanhas russas mais famosas dos Estados Unidos, a The Hollywood Rip, Ride Rockit, no Universal Studios Resort.

Segundo informações do canal WFTV, a atração parou de funcionar às duas da tarde. Não foi informado quantas pessoas precisaram ser retirada dos trens que fazem parte da atração.

Também não existe registro de feridos. O Corpo de Bombeiros de Orlando apenas registrou o atendimento.

A Universal Studios não emitiu nenhum comunicado oficial sobre o incidente. No final da tarde, o brinquedo estava em testes, mas permanecia fechado.

A Rockit, como é chamada, é uma das maiores atrações do Universal Studios Resort. Foi inaugurada em 2009 e chega a 105 km/h nos seus 1:37m de duração da corrida com um pico de mais de 1200m de altura, além da famosa subida em 90º logo no início da atração.

 

Continue lendo

Imigração

Membro do MS-13 é deportado pela segunda vez para El Salvador

O imigrante ilegal tinha uma condenação por homicídio em El Salvador.

Publicado

em

Raul Ramos-Guido, no momento de sua segunda deportação acompanhado dos agentes do ICE. (Divulgação/ICE)

WASHINGTON, DC – Um membro da gangue  “Mara Salvatrucha”, mais conhecida como MS-13, que tem o registro de um homicídio pelas autoridades policiais salvadorenhos, foi deportado nesta sexta-feira (16) por oficiais de deportação com as operações de remoção (ERO) da Imigração e Alfândega dos Estados Unidos (ICE).

Raul Ramos-Guido, de 32 anos, era um criminoso condenado que residia ilegalmente nos EUA e já havia sido deportado para El Salvador em janeiro de 2014.

Na sexta-feira, ele partiu dos EUA do Aeroporto Internacional de Alexandria, em Louisiana, sob escolta de oficiais de deportação do ERO. Ele foi transferido para as autoridades policiais salvadorenhas após sua chegada em San Salvador, El Salvador.

Os oficiais de deportação de ERO recentemente prenderam Ramos por conta de violações da imigração em abril de 2015 em sua residência em Falls Church, Virgínia.

Ramos foi alvo da aplicação da imigração porque se tratava de um criminoso agravado que já havia sido deportado do país. Após sua prisão, ele foi processado e condenado no Distrito Leste da Virgínia por acusações criminais de reentrada ilegal e condenado a 36 meses de prisão.

Enquanto Ramos estava cumprindo o a prisão sob custódia federal, a Interpol, em nome das autoridades policiais salvadorenhas, emitiu um aviso vermelho para sua prisão.

Ele era procurado por acusações de homicídios em seu país de origem. Em 26 de dezembro, a ERO assumiu a custódia de Ramos após sua libertação da prisão federal para facilitar sua remoção.

Continue lendo
Publicidade

CANAL DO PS NO YOUTUBE

TWITTER DO PS

MAIS LIDAS