Dani Visco: arte em movimento e um só pensamento

A comunhão perfeita do corpo e a mente em foco perfeito para a composição do ator em qualquer obra em cena. Assim é Dani Visco!

, da redação do PS paulosergio Publicada no dia 12/09/2015 às 13:07 Atualizado às 13:25 do dia 12/09

Dani Visco

Dani Visco

O corpo. O movimento. A vida em pequenos detalhes no palco. O ator tem o corpo como ferramenta de transmissão, de comunicação, de protesto, de informação. O corpo. O toque. A respiração.

De volta às aulas de corpo, percebo a importância de estar sempre em dia. Sempre em movimento. Movimentos simples no compasso, no ritmo ou nem sempre.

Estar num palco dançando, se movendo, se comunicando. É mágico. Daniela Visco tira da gente o que há de mais incrível: a vontade de se superar, sem se machucar, respeitando os limites e fazendo acreditar que é possível.

Com o currículo recheado de grandes trabalhos, Dani é uma vitoriosa e divide suas conquistas com seus alunos. Procurando depoimentos de pessoas que trabalharam com ela, apesar de Nelson Rodrigues dizer que “toda unanimidade é burra”, nesse caso, a frase não condiz com a verdade. Todos dizem são unanimes sobre o encontro espiritual que tem com essa mulher.

“A Dani Visco trabalhou a parte corporal, que acabou me dando uma aula de espiritualidade. Foi uma preparação muito vasta e diferente. A Dani trabalhou a energia das cenas”, disse Déborah Secco sobre a preparação para o aclamado “Boa Sorte” onde interpreta uma portadora de HIV que acaba conhecendo o que é o amor durante um período muito triste da vida.

“A Dani proporcionou um encontro comigo mesmo”, eu diria a qualquer publicação que me perguntasse sobre a minha preparação como ator. Tive essa oportunidade. Estou tendo novamente. E estou aproveitando. É mágico. É mítico. É incrível!

Ela traz essa força, a proposta, de lá do cantinho em que ela se refugia. Ninguém sabe como e ao mesmo tempo é como se entendêssemos cada palavra, cada sensação vivida por ela.

Dani Visco consegue tirar da gente o mais alto poder de concentração, envolvimento em sala de aula, de forma que ninguém se dispersa e mantém a vibração como se fossem vários corpos e uma só mente.

Vale a experiência. Quando se tem um mestre que tem amor, paixão pelo que faz e entende que aquela sabedoria toda precisa ser dividida, o resultado é o verdadeiro aprendizado e, mais importante, paz.

Namastê!

Dani Visco com Monica Burity e Paula Águas na 10ª edição do projeto Sesc Solos de Dança. (Foto: Bruno Veiga)

Dani Visco com Monica Burity e Paula Águas na 10ª edição do projeto Sesc Solos de Dança. (Foto: Bruno Veiga)

Leia o post anterior:
StevenTyler-Russia
E se Steven Tyler começasse a cantar com você na rua? Isso aconteceu em Moscou!

Isso realmente aconteceu no último dia 04 de setembro. Veja o vídeo de Steven Tyler cantando com um artista de...

Fechar